• Esporte 04/08/17 | 06:11:40
  • Grêmio vence com time meia boca e Chape tropeça em jogo de dar sono
  • Oito pontos ainda separam o líder Corinthians do vice-líder Grêmio
diminuir o tamanho do texto aumentar o tamanho do texto
  • Fonte/Autor: Oeste Mais/Adalmir Kaiser
  • Foto: Sirli Freitas/Adalberto Marques/Agência PressDigital)

O Grêmio venceu o jogo contra o lanterna Atlético-GO, em uma partida triste de se ver. De bom só os três pontos que mantém a caça ao líder, que também venceu seu jogo. Com desfalques de Luan, Lucas Barrios, Pedro Geromel e Edílson, o tricolor sofreu com a falta de criatividade no meio-campo, somente no segundo tempo, quando Léo Moura entrou, o time começou a tocar melhor a bola. Foi dele o passe magistral para Lincoln cruzar e achar Michel na cara no gol. Oito pontos ainda separam o líder Corinthians do vice-líder Grêmio.

Maratona

O Grêmio viverá uma maratona de jogos neste mês de agosto. Serão jogos decisivos de Libertadores e Copa do Brasil, o que obriga Renato a escalar times alternativos em jogos do Campeonato Brasileiro. O tricolor encerra o primeiro turno do Brasileirão no próximo domingo, na Arena em Porto Alegre contra o Atlético-MG, às 16 horas. Os jogadores que ficaram de fora ontem devem voltar, com outros nomes sendo poupados. Depois, na quarta-feira, dia 9, o confronto será pela Libertadores, contra o Godoy Cruz, também na Arena, às 19h30. Um empate já basta para avançar às quartas de final. Na sequência tem o Botafogo, dia 13, no Rio de Janeiro, e daí iniciam os confrontos da Copa do Brasil, contra o Cruzeiro, dias 16 e 23, sendo o primeiro em casa. No dia 20 ainda tem o Atlético-PR em Curitiba. Ou seja, não há realmente como jogar todos esses jogos com o mesmo time, dou razão ao Renato quando fala que precisa poupar os mais desgastados, é humanamente impossível.

Chapecoense

A Chapecoense sai do Brasil vaiada para o jogo mais honroso da sua história ao empatar ontem em casa com o Bahia. Em um jogo de dar sono, o time catarinense marcou passo mais uma vez e não consegue abrir muita diferença da zona maldita. Está apenas três pontos acima do Coritiba, primeiro dentro do rebaixamento.

Meio de campo dormindo, ataque isolado na frente sem movimentação de bola. Olha, foi uma partida para assistir dormindo no sofá. No final ainda o empate foi um bom resultado para as duas equipes, devido à baixa produção em campo. Contra o Barcelona, que não terá Neymar, o time catarinense estreará novo uniforme, uma camisa branca com 73 estrelas, em alusão ao ano de fundação do clube (1973).

Alguém já imaginou um dia a Chapecoense enfrentando o Barcelona no Camp Nou? Eu já, quando jogava campeonatos mundiais com a Chapecoense no jogo Fifa há mais de 20 anos. O que eu nunca imaginei é que isso se tornaria realidade.

A partida épica será na segunda-feira, dia 7, às 15h30, horário de Brasília, em Barcelona, na Espanha. A Chapecoense é internacional. Que orgulho.

comentários